Janeiro chegou com todas as expectativas, desejos e intenções que o acompanham.

Eu não vou mentir, eu já espero muito deste novo ano. Eu já coloquei muita pressão nele. Aguardo um espaço novo, a publicação de um livro, uma casa nova, uma alma gêmea, oportunidades empolgantes no trabalho, muitas viagens e muito mais.

Como você pode ver, enquanto 2019 acaba de começar, minha lista de tarefas está completa!

E meu nível de estresse está a toda velocidade.

Não é louco?

Eu não sou a única a fazer um planejamento futuro para um novo ano, um novo mês, uma nova semana, um novo relacionamento, a nova oportunidade e assim por diante. Somos os que controlam, os esquisitos? Aqueles que têm medo de perder o domínio de nossas vidas? Medo do sofrimento? Medo de pensar que não somos suficientes? De não confiar?

Agende uma sessão de constelação familiar com Patrícia Costa.

Nós esperamos muito. Nós damos muito. Nós sacrificamos muito. Vivemos num mundo de fantasia e fazemos tudo ao nosso alcance para corresponder à realidade da nossa existência com esse fabuloso conto de fadas.

Na maioria das vezes, é um fracasso e, portanto, damos lugar a decepção, frustração, reclamações e, finalmente, a mentalidade da vítima: “o que há de errado comigo?”

Nada.

Ou, se há uma coisa, é o medo da realidade, a nossa realidade que nos faz pensar que não somos suficientes ou que provavelmente fizemos algo estúpido em algum momento. Alguns de nós podem até pensar que somos amaldiçoados.

Mais uma vez, nada disso é real. São apenas falsas crenças.

Quantos clientes eu conheci que vivem em um mundo de “fantasia” significando com muitas expectativas? Vivenciando duas vidas paralelas, esperando desesperadamente que elas se fundam e criem a perfeição.

Esse comportamento é baseado principalmente em uma recusa de ficar triste de novo, por ter nosso coração quebrado de novo ou ser decepcionado novamente por não conseguir o aumento que foi esperado ou que sofrem novamente por perder um dos nossos entes queridos.

O sofrimento faz parte da vida, mas ainda somos bastante resistentes a isso. Sempre tentando encontrar uma solução para evita-lo. E, na verdade, evitar que a gente sofra mais.

Aceitar o sofrimento como parte da vida pode criar uma tremenda paz. Mesma coisa com a vida e a morte – luz e sombra – amor e ódio.

A aceitação dos dois opostos, em última análise, cria um equilíbrio. Como podemos ser gratos pela luz sem a sombra? Como podemos ser gratos pela chuva sem um clima árido? Como podemos ser gratos por amar de novo sem sofrer?

Nossas expectativas são uma maneira de controlar nosso futuro. Já estamos tão petrificados para não ter domínio sobre o nosso namorado, levantar peso, e assim por diante que inventamos um mundo imaginário onde tudo é possível e estamos no comando de tudo.

Isto não é vida.

Isso não é relacionamento.

Este é um filme. Este é um conto de fadas. Este é um sonho.

Agende uma sessão de constelação familiar com Patrícia Costa.

Eu respeito completamente sua escolha se você ainda quiser viver no mundo da Disney.

No entanto, espero que um dia você encontre a magia na realidade da vida.

Sim, a magia existe.

E começa dentro de você.

Então, ainda este mês, vou queimar minha lista de afazeres e farei o meu melhor para me render à realidade da minha vida. Eu não estou fazendo nenhuma promessa de que às vezes eu enlouquecerei ou vou querer controlar um resultado, mas eu farei o meu melhor.

Você vê, o que é ótimo com a realidade é que nada é perfeito, mas todos nós estamos fazendo o nosso melhor. Estamos vivos. Nós cometemos erros. Nós pedimos desculpas. Nós seguimos em frente. Nós somos resilientes. Nós sobrevivemos. Nós amamos. Nós sentimos. Nós sorrimos.

Então, continue fazendo o seu melhor e FODA-SE o resto!

Desejo a você um ano novo fabuloso que não seja de todo esperado, mas que seja um dos mais surpreendentes da sua vida.

Com amor,

Patricia Costa

Pin It on Pinterest

Share This

COMPARTILHE

Compartilhe este post com seus amigos!